Tensas relações e banalidades

14/08/2017 15:31

"A doutora Raquel Dodge foi ao Jaburu (logo lá) às 22h de terça-feira e encontrou-se com o presidente Michel Temer sem que houvesse registro na agenda do anfitrião. Até aí, vá lá, ma no dia seguinte ela informou à patuleia que foi a Temer para tratar da cerimônia de sua posse, no dia 18. Se o Brasil tem um presidente e uma procuradora-geral que precisam se encontrar pessoalmente para tratar de assunto de tamanha irrelevância, a situação está pior do que se imagina. Noutra hipótese, reconhecida por assessores do presidente, os dois trataram das tensas relações do Planalto com a PGR. Nesse caso, a doutora Dodge julgou-se no direito imperial de propagar uma banalidade inverossímil."

 

Artigo Dodge e Janot têm algo em comum, do jornalista Elio Gaspari, publicado no jornal Folha de São Paulo de 13/8/2017 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!