Sobre Madre Teresa de Calcutá

14/11/2017 14:37

"Quando me foi perguntado se eu sabia algo sobre seu trabalho entre pobres, e se a tinha conhecido, respondi que tinha percorrido Calcutá em sua companhia e chegado à conclusão de que ela não era tão amiga dos pobres quanto da pobreza. Ela louvava a pobreza, a doença e o sofrimento como presentes dos céus, e dizia às pessoas para aceitar estes presentes com prazer. Ela se opunha ferrenhamente à única política que já consegui redzir a pobreza em qualquer país - ou seja, o fortalecimento das mulheres e seu controle sobre a própria fertilidade. Sua famosa clínica de Calcutá na verdade não passava de um hospício primitivo - um lugar para as pessoas morrerem, e um lugar onde o tratamento médico era mínimo ou inexistente. (Quando ela mesma ficou doente, voou de primeira classe para uma clínica particular na Califórnia). As quantias enormes que ela arrecadava eram gastas principalmente na construção de conventos em homenagem a ela mesma. E foi amiga de uma série de escroques e exploradores ricos, de Charles Keating, da Lincoln Savings & Loans, à hedionda dinastia Duvalier do Haiti, tendo aceitado deles grandes doações em dinheiro que na verdade tinha sido roubado dos pobres."

 

Christopher Hitchens, Amor, Pobreza e Guerra


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!