Sem profetas nem salvadores

27/05/2018 19:50

"Weber apelava antes ao senso de responsabilidade do intelectual e do cientista e convidava a viver virilmente, sem profetas nem salvadores, o destino do relativismo e do niilismo de nossa época, seguindo, na labuta diária, o 'demônio' que tece as teias da própria existência. A quem não se atrevesse a tanto só restaria sacrificar o intelecto, retornando aos braços sempre misericordiosamente abertos das confrarias e das igrejas: que o discípulo procure novamente o profeta e que o crente retorne a seu salvador. Mas, para os que assumiram a razão como guia da própria existência, permaneceria como única virtude o exercício radical dessa mesma razão."

 

Franco Volpi, O Niilismo


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!