Sem lugar no inferno

07/06/2018 13:02

"(...) O moleque ainda esrá vivo e do mesmo tamanho; anda por todas as estradas, fazendo o que não presta; quebra telhas a pedradas, espalha animais, assombra gente, tira galinha do choco, desnorteia quem viaja, espalhando um medo sem forma e sem nome; é pequeno, preto, risão, sem ter fé nem jiízo. Homens sérios têm visto Romãozinho. Furtou uma moça na chapada dos Viadeiros; conversou com o Cletor de Cavalcanti; virou fogo-azul, indo-e-vindo na estrada, perto de Porto Nacional. Não morrerá nunca enquanto pessoa humana existir no mundo. E como levantou falso testemunho contra sua própria mãe, nem mesmo no inferno haverá lugar para ele.

 

Luis da Câmara Cascudo, Lendas Brasileiras - Romãozinho


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!