Relendo Marx

13/09/2016 15:21

"Gosto não se discute. A leitura atenta de Marx é igual a qualquer outro passatempo. Sua releitura só poderia ser enriquecedora, visto a profusão de sua análises. E sua releitura não é desprovida de interesse, considerando as complexidades, retratações, repetições e confusões, de que o sujeito, como toda grande inteligência, não é avaro. O único problema é a maneira mistificadora com que é utilizada. Esquecida a admiração absolutamente sincera que o velho herético dedicava às proezas da burguesia e aos benefícios da globalização. Permanecem apenas vituperações, por sua vez não desprovidas de exagero, mas recolhidas religiosamente pelo maniqueísmo pósmoderno. Emprego a palavra 'maniqueísmo' com conhecimento de causa."

 

André Glucksmann e Raphaël Glucksmann, Maio de 68 explicado a Nicolas Sarkozy


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!