Os que nos iludem e enganam

01/10/2017 14:09

"Porém quando surge a consicência de que a desigualdade é a expressão de uma iniquidade sem saída, essa legitimidade desaparece. Estamos vivendo o momento perigoso desse limiar do abismo. São tantos os indícios de revolta e indisciplina contra as desigualdades socias, em face da impunidade dos agentes da corrupção que as acentua, um crime de lesa-pátria, da serenidade dos que nos tratam como idiotas culturais, na indiferença ante nossa indignação, que não há como negar que ultrapassamos a fronteira da reprodução serena do capitalismo subdesenvolvido que é o nosso. É a difundida consciência de que talvez já não tenhamos presente que o futuro está ameaçado pela irresponsabilidade e insensibilidade dos que nos iludem e nos enganam."

 

José de Souza Martins, sociólogo, em artigo A desigualdade oculta, publicado no caderno EU&FimdeSemana do jornal Valor de 29/9/2017


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!