O adivinho na feira de Bristol

24/09/2018 14:12

"Um mágico, distribuindo cartazes e gabando-se de suas extraordinárias habilidades, partiu seguindo sua profissão, como o fazem outros comerciantes, para a feira de Bristol. E ali fez maravilhas, revelou o futuro, calculou datas de nascimento, examinou as mãos de moças, olhou-as nos olhos, disse-lhes coisas grossas para que enrubescessem. E então, calculando pelo colorido das faces delas como é que as coisas andavam, para o que também usava milhares de perguntas astuciosas, compreendia-lhes o caso, e contava depois como uma grande descoberta o que elas lhes haviam revelado, fornecendo-lhe tolamente pistas naquele momento."

 

Do conto O adivinho na feira de Bristol, de Daniel Defoe (1660-1731), do livro Contos de Fantasmas


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!