Não é civilização, é porcaria.

05/01/2018 15:00

"Felicidade pessoal é exagero. Prefiro serenidade pessoal marcada com alguns relâmpagos, porque de vez em quando perco a paciência. Não me cabendo ser um ator ativo no espetáculo do mundo, sendo apenas mais um observador, eu me limito a dizer alguma coisa do que penso, do que sinto, com a convicção de que isso não vai adiantar nada. Nunca entendi bem o mundo, acho o mundo um teatro de injustiças e de ferocidade extraordinária. Dizer que nós evoluimos desde o home das cavernas é um pouco de exagero, porque criamos, com a tecnologia, aparelhos mais sofisticados para a felicidade do mundoe esses aparelhos estão sendo utilizados para sua destruição. Isso não é civilização, francamente. Isso é uma porcaria."

 

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), poeta e escritor brasileiro, em entrevista à revista Veja em 19/11/1980, publicado no livro A História é amarela.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!