Mergulhar nas coisas

14/06/2017 21:05

"Só o demorar-se contemplativo tem acesso também ao longo fôlego, ao lento. Formas ou estados de duração escapam à hiperatividade. Paul Cézanne, esse mestre da atenção profunda, comtemplativa, observou certa vez que podia ver inclusive o perfume das coisas. Essa visualização do perfume exige uma atenção profunda. No estádio contemplativo, de certo modo, saímos de nós mesmos, mergulhando nas coisas."

Byung-Chul Han, Sociedade do cansaço


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!