Mentira e política de Estado

05/11/2021 13:26

 

“Nada de minimamente crível pode vir do governo Bolsonaro: com ele, a mentira tornou-se política de Estado. Apenas em um ponto ele disse a verdade: "Meu governo veio para destruir tudo e recomeçar de novo". Pena que esse recomeço seja um sinal do obscurantismo e do negacionismo científico, seja do Covid ou da Amazônia. Sua opção econômica vai no sentido exatamente oposto ao da preservação ecológica: Bolsonaro favoreceu a extração de madeira, a atividade mineraria dentro das áreas indígenas, a destruição da floresta para dar lugar à monocultura da soja e da criação de gado. Só de janeiro a setembro, a Amazônia perdeu 8.939 km² de floresta, 39% a mais que no mesmo período de 2020 e o pior índice dos últimos 10 anos. Sua adesão ao plano para reduzir as emissões de metano em 30% até 2030 é pura retórica. Na verdade, não há dúvida de que ele continuará nos caminhos do desmatamento, continuando a mentir para o Brasil e para o mundo.”

 

O problema é o capitalismo, mas os líderes evitam dizer isso, entrevista do filósofo e escritor Leonardo Boff ao jornal eletrônico IHU UNISINOS, publicado em 5/12/2021

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!