Mal maior

04/06/2018 18:31

"A presença de satanás numa narrativa era usada para explicar obstáculos ou reveses inesperados da fortuna. Os autores hebraicos atribuíam com frequência infortúnios ao pecado humano. Alguns, contudo, invocavam também esse personagem sobrenatural, o satanás, que, por ordem ou permissão do próprio Deus, bloqueava ou se opunha a planos e desejos humanos. Esse mensageiro, porém, não era necessariamente maligno. Deus o enviava, como enviava o anjo da morte, para cumprir uma missão específica, embora uma missão que os seres humanos talvez não apreciassem. Ou como diz o estudioso de texto Neil Forsyth a respeito de satanás, se o caminho é ruim, uma obstrução é boa. O satanás, portanto, podia apenas ter sido enviado pelo Senhor para proteger o homem de um mal maior."

 

Elaine Pagels, As origens de Satanás - um estudo sobre o poder que as forças irracionais exercem na sociedade moderna 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!