Linguajar poético

08/09/2019 12:15

"O grande inimigo da poesia, a quem (Ezra) Pound se propõe desmascarar, foi a improvisação. Todo poema verdadeiro tem atrás  de si uma larga elaboração de instrumentos verbais. Foram necessários dois séculos de trabalho poético, em Provença, e um, em Toscana, para se desenvolver os instrumentos que Dante utilizou. Várias gerações trabalharam, sem saber, de forma anônima, para produzir Shakespeare. 'É de enorme importância que se escreva poesia, porém em absoluto importa quem a escreve.' Em vez de uma pleiade de presunçosos poetas que aspiram à genialidade a todo custo - e não fazem senão repetir banalidades -, Pound desejaria um exército de humildes trabalhadores experimentais, que descobrissem algo, fosse uma simples rima ou uma nova entonação rítmica, adicionando sua contribuição anônima a esta gigantesca causa comum que é o linguajar poético."

 

J. M. Ibáñez Langlois, Rilke, Pound e Neruda - Três mestres da poesia contemporânea

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!