Ideia do infinito

08/09/2018 12:34

"Conceber a extensão, o tempo e os números como infinitos é algo natural e bastante fácil para a nossa razão, não requerendo, portanto, a existência de nenhuma instância sobrenatural para tal. Em outras palavras, não há nada de prodigioso num ser finito e de entendimento limitado como o homem ter a idéia do infinito. O mesmo raciocínio é válido para a noção de perfeição. Aliás, a ideia de que o Ser, ou melhor, a matéria, nunca foi criado e que portanto ele não tem início nem terá fim, que sempre existiu e existirá, é uma evidência, segundo Meslier, para a 'razão natural'". 

 

Paulo Jonas de Lima Piva, Ateísmo e Revolta - Os manuscritos do padre Jean Meslier


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!