Força do desejo

26/10/2019 13:23

"Aqui, mais uma vez, Freud inisiste na irreparável cisão entre a ciência e a religião: as doutrinas religiosas 'não são uma materialização da experiência ou o resultado final do pensamento. São ilusões que satisfazem os mais antigos, poderosos e urgentes desejos da humanidade. O segredo de sua força é a força desses desejos.' A religião, em suma, é a mãe, o campeão e o beneficiário das ilusões. Rejeitar seus benefícios espúrios é, portanto, rejeitar a religião em si mesma. Freud não via alternativa, não admitia concessões."

 

Peter Gay, Um judeu sem Deus - Freud, ateísmo e a construção da psicanálise


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!