Ética diferente

27/10/2015 22:22

"No século XIX, quando estudiosos europeus começaram a analisar seriamente as religiões 'primitivas', eles ressaltaram essa ausência de uma dimensão moral clara - falta de referências ao roubo, trapaça, adultério e assemelhados. Edward Tylor observou em 1874 que as religiões das sociedades 'selvagens' eram 'praticamente desprovidas daquele elemento ético que, para a mente culta moderna, é o próprio objetivo geral das religiões práticas'. Tylor não estava dizendo que os selvagens não tinham uma moralidade. Ele ressaltou que os padrões morais dos selvagens são, em geral, 'bem definidos e louváveis'. Ocorre que 'esses princípios éticos firmam-se na tradição e na opinião pública', em vez de sobre uma base religiosa. Como escreveu a etnógrafa Lorna Marshall, em 1962, após observar o relacionamento entre os !kungs e o grande deus Gao!na: 'As más ações do homem contra o homem não são levadas ao julgamento de Gao!na, nem são consideradas assunto dele. O homem corrige ou revida tais más ações ele mesmo, em seu contexto social. Gao!na pune as pessoas com base em seus motivos próprios, motivos estes bastante obscuros às vezes."

Robert Wright, A evolução de Deus


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!