Dívida fora de controle

01/09/2018 15:21

"A dívida bruta do governo tem crescido a uma taxa média de meio ponto percentual do PIB ao mês, chegando a 77,2% do PIB em junho. Desde que essa trajetória se iniciou, em 2013, já são 24 pontos percentuais de elevação. Num dos cenários traçados pelo IFI, a dívida bruta deve crescer a 84% do PIB, no pico estimado em 2023 e 2024. 'O grande desafio é que o gasto público obrigatório por lei é muito maior do que as receitas e é insustentável a médio prazo', diz Marcos Lisboa, presidente do Insper. 'Não fossem receitas extraordinárias, a dívida estaria fora de controle e não tem crescimento que dê conta da diferença.'"

 

Artigo As propostas de economistas para o Brasil, da jornalista Cristiane Barbieri, publicada no jornal Valor de 31/08/2018


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!