Contrários à coletividade

22/07/2018 00:40

 

"Observem com atenção e perceberão que uma notícia qualquer tem o mesmo enfoque na Rede Globo, na Band, no SBT, na rádio Jovem Pan, na Revista Veja, no Jornal Folha de São Paulo, no Estadão, no Estado de Minas, na RBS e o seu Jornal diário Zero Hora, no Correio Braziliense, etc. São estes os meios de comunicação hegemônicos no País e quase a voz solitária da notícia que chega até nós brasileiros. Adentram nos lares brasileiros como única fonte de notícias/informação para + ou - 80%, 90% dos habitantes do País."

 

"Telespectador, ouvinte e leitor, todos nós somos levados a compreender o fato noticiado de um único ponto de vista, o de interesse desses grupos de comunicação hegemônicos: que possuem a sua ideologia própria, a sua forma de compreensão dos fatos cotidianos e até parceiros eleitos com nosso voto no cenário da política, além de defenderem seus interesses particulares, que podem e são, em muitas das vezes, contrários ao interesse da coletividade brasileira."

 

Artigo Os meios de comunicação hegemônicos do Brasil e a notícia, de Alexandre Tambelli, publicado em Luis Nassif Online em 28/03/2014 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!