Como está a situação na Amazônia?

30/11/2021 12:37

"O uso de correntes em tratores para devastar a floresta, transformando árvores em empecilho. A ação de grilar terras, transformando o ilegal em legal. O ato de jogar veneno em áreas de monocultivo rodeadas de comunidades, transformando espécies que não interessam aos lucros, inclusive a humana, em pragas desprezíveis. A contratação de empresas de segurança privada, para a proteção de imóveis, naturalizando a miliciarização da defesa da propeirdade privada. Todas essas ações carregam uma subjetividade que flerta com o fascismo, pois banaliza a transformação da natureza em obstáculo e dos diferentes em inimigos, a organização miliciarizada da vida social, o culto à violência e a implosão de todas as formas de vida comunitária em nome de defesa da propriedade privada.

E tudo isso ainda vem junto da expansão da cultura dos rodeios, da música sertaneja, do neopentecostalismo e sua teologia da prosperidade, de uma lógica armamentista de defesa ancorada na proliferação de clubes de tiro... Enfim, deixamos uma racionalidade saída de esgotos tornar-se a lógica de organização hegemônica de nossa sociedade." 

 

Trecho do artigo A Amazônia, apesar do Brasil, de Bruno Cezar Malheiro, doutor em Geografia, professor da Unifesspa e coordenador do laboratório LaTierra, publicada na revista Le Monde Diplomatique Brasil de novembro de 2021


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!