Caos determinista

12/08/2017 23:08

"Na linguagem do cotidiano, 'caos' é qualquer forma de desordem; por exemplo, o pandemônio causado pelas veleidades do azar, o ruído, a ausência de regras, mas no contexto do artigo de Yorke e Li, 'caos' adquire  um novo significado, como tantos outros vocábulos usurpados pela ciência. O caos, no sentido físico e matemático (o caos determinista), não é a desordem total nem se deve à ausência de regras. Antes pelo contrário, o que surpreendeu Lorenz e os demais neste tipo de caos foi, precisamente, que este se cinge à regras. Há sempre alguma confusão quando o significado científico se mistura com o sentido cotidiano das palavras, pelo que há de ter cuidado. O que é interessante no caos determinista é o fato de se tratar de uma desordem ordenada; um determinismo disfarçado de acaso. No caos determinista o destino encontra-se escrito, mas a escrita é ilegível."

 

Sérgio de Régules, As teorias do caos e da complexidade - o mundo é um caleidoscópio

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!