Avanço inevitável à eutanásia

14/08/2018 21:40

"No passado recente, vimos o divórcio, que pode ser entendido como autonomia do casal para revogar a regulamentação divina do matrimônio, triunfar em todo o Ocidente. A América Latina demorou mais para fazê-lo, mas não escapou à tendência. Não há motivo para achar que a legalização do aborto, que já é a regra na Europa (incluindo a catolicíssima Irlanda) e na América do Norte, não faça parte deste processo, que agora vai abraçando a bandeira da descriminalização das drogas. O ítem seguinte da pauta, creio, será o direito à eutanásia, cuja discussão já ocorre nos países desenvolvidos."

 

Artigo Vivam aborto, drogas e eutanásia, do jornalista Hélio Schwartsman, publicado no jornal Folha de São Paulo de 12/08/2018


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!