Antibióticos e aumento de peso

02/09/2016 12:18

"No fim da década de 1940, cientistas americanos descobriram por acidente que administrar antibióticos a frangos aumentava seu crescimento em até 50%. Os tempos eram difícieis, e a crescente população urbana dos Estados Unidos estava farta do alto custo de vida. Eles já haviam sofrido privações demais, e carne barata estava no alto de sua lista de desejos do pós-geurra. Os efeitos dos antibióticos nos frangos pareciam nada menos que milagrosos e os fazendeiros esfregaram suas mãos, satisfeitos ao descobrirem que bois, porcos, carneiros e perus apresentavam a mesma reação a pequenas doses desses medicamentos: um enorme aumento de peso."

"Quanto ao gado, evidências de que a resistência aos antibióticos dados aos animais passavam para os seres humanos colocaram fim ao seu uso para promover o crescimento - pelo menos na Europa. Desde 2006, os fazendeiros na União Européia estão proibidos de usar antibióticos exclusivamente para engordar o gado, embora continuem sendo permitidos para curar doenças, é claro. Nos Estados Unidos e em muitos outros países, antibióticos promotores do crescimento continuam sendo usados."

"Nossa cintura começou a crescer na década de 1950, pouco depois que os antibióticos se tornaram disponíveis para p público em geral. No entanto, a década de 1980 testemunhou um grande aumento no número de pessoas com excesso de peso - a mesma época em que as operações agropecuárias passaram a ser superintensivas."

 

Alanna Collen, 10% humano - Como os micro-organismos são a chave para a saúde do corpo e da mente


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!