Adivinhação

31/03/2016 11:08

"É verdade, os próprios estaicos, que denominam a adivinhação previsão de coisas fortuitas, dizem que tudo está submetido à inexorável lei do destino. Mas, então, para que serve a adivinhação? Se não se pode impedir o que deve acontecer, para que serve prevê-lo? Mais vale ignorá-lo. Que vida teria sido a de Príamo se desde a infância tivesse conhecido a sorte que o esperava!"

"Em suma, se o acaso existe, o futuro não é certo e não pode ser previsto. E se o futuro é certo, se tudo é fatal, também não existe adivinhação, posto que adivinhação é definida como o pressentimento de coisas fortuitas."

 

Victor Brochard, Os céticos gregos


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!