Adam Smith e os dedos invisíveis

12/08/2018 13:39

"A partir das caracterísitcas que o Iluminismo assumiu na Escócia, Adam Smith escreveu A Riqueza das Nações, procurando prover os elementos necessários para que a Economia, um campo do saber ainda infante, fosse dotada de um eixo teórico de sustentação e de um modelo explicativo tão simples e funcional quanto aquele que Isaac Newton havia desenvolvido para a Física. Leis análogas à lei da gravitação universal de Newton: era isso que Adam Smith, como típico homem de seu tempo, almejava alcançar. Sua intenção era, acima de tudo, desvendar os elos que davam coerência ao fenômeno de produção e troca de bens e serviços. Se Newton havia explicado a conexão entre os diferentes planetas por meio da lei da gravidade universal, Smith acreditava ser possível formular um conjunto de leis e princípios simpes que mostrassem o funcionamento do sistema econômico."

 

Artigo Adam Smith e os dedos invisíveis de Deus, de Ivy Judensnaider, economista e professora, na revista Filosofia Ciencia&Vida nº 125 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!