A sagração da primavera

15/06/2017 21:02

"A sagração derrubou muitos mitos, mas o mito que Stravinsky teve mais prazer em derrubar foi a parábola do progresso. Stravinsky afirmou: 'Na música, o avanço é apenas no sentido de desenvolver os instrumentos da linguagem.' Enquanto Platão acreditava que a música um dia refletiria a harmonia do cosmos - dando assim inspiração às nossas almas com o som puro da razão -, as sinfonias de Stravinsky eram monumentos à falta de sentido do progresso. Na visão modernista de A sagração, a música é uma mera sintaxe dos padrões transgredidos. Não melhora com o passar do tempo, apenas se torna diferente."

Jonah Lehrer, Proust foi um neurocientista

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!