A desigualdade caiu no Brasil?

24/09/2017 14:12

"O que mostram os resultados (de uma pesquisa sobre desigualdade)? Em primeiro lugar, o estudo mostra que a desigualdade brasileira é ainda maior do que imaginávamos. A proporção de renda (antes dos impostos e transferências) obtidas pelos 10% com maiores salários (que ganham acima de R$ 5 mil mensais por pessoa) está em torno de 55%, bem mais do que na China, EUA e França. Já a proporção apropriada pelo 1% de renda (que ganham acima de R$ 25 mil por mês) está em torno de 27% e a renda do topo 0,1% (as 140 mil pessoas que ganham acima de R$ 120 mil por mês) é de 14%. Ou seja, por razões históricas, políticas e econômicas, a renda é muito mais concentrada no Brasil do que em quase todos os outros países desenvolvidos e em desenvolvimento no mundo. Além disso, a renda média dos 5% mais ricos cresceu 20% entre 2001 e 2015, a dos 1% mais ricos cresceu 31% e a do 0,1% mais rico cresceu 55% no período! Em comparação, a renda dos 50% mais pobres cresceu 29% e a da classe média (os 40% que ganham entre R$ 1,4 mil e R$ 5 mil), cresceu apenas 12%. Assim, a conclusão é que a diferença entre a classe média e os pobres caiu, entre os ricos e a classe média aumentou e entre os muito ricos e os mais pobres aumentou também. Ou seja, quem perdeu mesmo (em termos relativos) foi a classe média." 

 

Naercio Menezes Filho, professor do Insper e FEA, em artigo A desigualdade caiu no Brasil? publicado no jornal Valor de 22/9/2017


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!