Pontos de vista

09/09/2015 12:00

"Platão se indignava porque se perpetrara aquilo que ele considerava o agravo mais ruinoso concebível contra uma cultura: o fato de os filósofos garantirem que a tradição não passava de um enorme equívoco, que nada é absolutamente verdadeiro fora do crisol de uma dada cultura."

"A postura de Platão era apenas uma entre muitas. O ateniense Crítias, seu parente, escreveu uma peça na qual a religião aparecia como uma mentira explicitamente inventada, feita para que os seres humanos brutais se tornem honestos e submissos à lei: os deuses eram, portanto, um logro deliberado. Crítias também estudara com Sócrates."

 

Jennifer Hecht, Dúvida - Uma história

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com