Novos caminhos do pensamento

21/09/2015 22:33

"...ao mesmo tempo em que Bruno estava lecionando em Toulouse o filósofo português Francisco Sanches ali estava como residente, escrevendo Quod nihil scitur ('Porque nada pode ser conhecido'). Essa obra-prima quase esquecida de profundo ceticismo filosófico afirma que nunca podemos realmente conhecer a verdade. É possível duvidar de nosso conhecimento sobre qualquer coisa. Exatamente esta ideia deveria ser ponto de partida de Descartes - o pensador que desencadeou o renascimento da filosofia no século XVII. A identidade dos opostos de Nicolau de Cusa, o sistema pré-dialético de Bruno, a dúvida metódica de Sanches - novos caminhos de pensamento estavam começando a surgir, tentativas de romper o domínio da lógica e da doutrina aristotélica." 

Paul Strathern, O sonho de Mendeleiev - A verdadeira história da química

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com