Lulismo e messianismo

16/07/2017 23:45

"Lula deixou o terreno da política e está operando na seara do messianismo. Na quinta-feira passada, ao se defender da condenação a 9 anos e 6 meses de prisão, parecia mais um pastor de igreja neopentecostal do que um ex-presidente da República. Ao desenhar o diabo, no caso Sérgio Moro, contra o qual os fiéis devem lutar; ao promete o reino do céu a quem der o sei dízimo e sua energoa pela igreja-partido; e, sobretudo, ao atribuir os infortúnios a causas metafísicas, ele mostrou mais do que nunca o fenômeno que acompanha sua imagem desde o início, mas que agora se acentuou: o lulismo nada mais é do que uma expressão de messianismo."

 

Artigo Fé cega, faca amolada, da jornalista Vera Magalhães, publicado no jornal O Estado de São Paulo de 16/7/2017

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com