Início do tempo

21/09/2015 21:04

"Parece tentador imaginar que o Big Bang seria como o início de um concerto. Você está sentado, folheando o programa, e de repente, em t=0, a música começa. Mas a analogia é equivocada. Ao contrário do que acontece no início de um concerto, a singularidade no início do universo não é um acontecimento no tempo. Trata-se na verdade de um limite ou borda temporal. Não existem momentos de tempo 'antes' de t=0. De modo que nunca houve um tempo em que o Nada prevalecia. Nem houve um 'passar a existir' - pelo menos não em termos temporais. Como gosta de dizer Grünbaum, embora o universo tenha uma idade finita, ele sempre existiu, se com 'sempre' estamos nos referindo a instantes no tempo.

Se houve uma transição do Nada para Algo, não é preciso procurar uma causa, divina ou de outra natureza, que tenha levado à existência do universo. E tampouco há necessidade, como observa Grünbaum , de se preocupar em saber de onde vieram toda a matéria e energia do universo. Não houve no Big Bang nenhuma violação 'súbita e fantástica' da lei de conservação da massa-energia, como argumentam seus adversários de orientação teísta. De acordo com a cosmologia do Big Bang, o universo sempre teve o mesmo conteúdo de massa-energia, desde t=0 até o presente momento."

 

Jim Holt, Por que o mundo existe?

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com