Freud

02/09/2015 17:59

"Freud não era um homem ligado ao dinheiro. Colecionava objetos de arte, tinha empregados em casa, vivia como um burguês afortunado, mas sem ostentação. Era politicamente conservador, consumiu cocaína por um tempo, antes de se tornar um grande fumante de charutos. Ele tinha tendência depressiva e sua vida foi totalmente dedicada à sua paixão. Era dogmático e detestava opiniões contrárias às suas. No fundo, era um homem normal com o paradoxo, no caso de um racionalista, de ser fascinado pelo irracional."

Élisabeth Roudinesco, em entrevista para o jornal Valor - Caderno EU&Fim de semana

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com