Evolução

26/08/2015 23:00

"A evolução se parece mais com um escultor vagabundo, que passeia pelo mundo e recolhe um barbante aqui, um pedaço de lata ali, um fragmento de madeira acolá, e os junta da maneira que sua estrutura e circunstância permitem, sem mais motivos que o de poder reuni-los. E assim, em seu vagabundear vão sendo produzidas formas intricadas, compostas de partes harmonicamente interconectadas que não são produto de um projeto mas de uma deriva natural. Do mesmo modo, sem obedecer a outra lei que não a da conservação da identidade e da capacidade de reprodução, surgimos todos nós. Essa lei nos conecta a todos naquilo que nos é fundamental: a rosa de cinco pétalas, o camarão de rio ou o executivo de Santiago."

 

Humberto Maturana & Francisco J. Varela, A árvore do conhecimento - As bases biológicas da compreensão humana

Contato

CONSIDERAÇÕES OPORTUNAS rerzeit@hotmail.com